RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

 

O Tabelionato de Notas e Protesto de São José assume seu papel de agente determinante nas causas socioambientais. Para tanto institui como um dos valores da organização a Responsabilidade Socioambiental. Atento ao seu papel de influenciador nas várias camadas sociais da população busca por meio de ações e campanhas alcançar a mobilização de seus colaboradores, clientes e usuários com práticas que possibilitem melhorar a qualidade de vida de todos.

 

Campanha Lacre Solidário (permanente)

 

Dentre as ações implementadas, está a adesão à Campanha Lacre Solidário coordenada pela Fundação Fritz Müller (FFM) de Blumenau cujo objetivo é recolher os lacres metálicos de latas de bebidas e alimentos com o apoio da comunidade, visando reduzir o impacto do lixo no meio ambiente e reverter essas doações em um presente a quem precisa.

 

 

                                                                                                                      

 

 

Os lacres são vendidos e com os recursos financeiros são compradas cadeiras de rodas, que são doadas a pessoas em vulnerabilidade social ou instituições que atuem neste segmento. Por meio dessa iniciativa, busca-se desenvolver uma cultura voltada ao cuidado com o meio ambiente, com o consumo consciente e, principalmente, com o ser humano.

 

Programa de Reciclagem de Resíduos Eletrônicos (permanente)

 

A preocupação com a reponsabilidade socioambiental fez com que o tabelionato também buscasse parceria com a Câmara Socioambiental da AEMFLO (Associação Empresarial da Região Metropolitana de Florianópolis), CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de São José) e a empresa de logística reversa de eletroeletrônicos Weee.do.

O tabelionato coloca à disposição um posto de entrega voluntária de resíduos eletroeletrônicos (PEV) para receber as doações de eletroeletrônicos e dar o destino ecologicamente correto para estes resíduos.

 

                                                                                                                       

 

 

Estes resíduos são em grande parte considerados danosos à saúde devido a presença de materiais tóxicos como mercúrio, chumbo e outros metais pesados. É atualmente o tipo de resíduo com a taxa de crescimento mais acelerada no mundo. Em contrapartida, estima-se que entre 10% a 40% de todo volume de resíduos eletroeletrônicos é reciclado. O volume restante é descartado de forma errônea em aterros sanitários, queimados ou em lixões a céu aberto.

O tabelionato busca com esta ação socioambiental coletar parte desses resíduos e, com o apoio da Weee.do, promover a logística reversa dos resíduos eletroeletrônicos assegurando sua destinação ambientalmente adequada, gerando valor para clientes e sociedade.

Como resultado da valoração perante a sociedade, a engenharia reversa promove a inclusão de crianças no mundo da informática com a doação de computadores e periféricos que são montados a partir de peças reutilizadas das doações da campanha com o apoio da CPDI (Comitê para Democratização da Informática).

 

Arrecadação de pilhas e baterias (permanente)

 

O tabelionato é um ponto de coleta de pilhas e baterias, facilitando o descarte desses itens que contém em sua composição zinco, chumbo e manganês, metais que podem contaminar o solo e o lençol freático quando descartados no meio ambiente. A resultado da coleta é repassado para empresas que possuem políticas de reciclagem instituídas no município, como Leroy Merlin e Cassol Center Lar.